Choose your location to get a site experience tailored for you.

Remember my region and language settings
Decommissioning in Oil & Gas

Negociação de Commodities & Gestão de Riscos

À medida que os mercados mudam da estrutura clássica B2B para commodities competitivas de capital aberto, muitos players de commodities vivenciam um impacto significativo em seus negócios. A subsequente transparência dos preços e disponibilidade dos produtos levam à maior concorrência comercial tanto na inserção quanto na obtenção de mercadorias. As margens comerciais estão sob pressão e desgastando-se, e as oportunidades de arbitragem começam a se deteriorar, mas não a desaparecer.

Esses fenômenos podem ser vistos em todos os mercados de commodities: energia, petróleo, carvão, metais e mineração, e na agricultura. Ao direcionar ativamente e extrair valor das condições predominantes do mercado, é possível encontrar sucesso comercial mesmo em mercados de commodities maduros. Os players precisam entender como alavancar sua vantagem competitiva, abraçando a transição para mercados comercializados, alavancando um portfólio de ativos e logística, e adotando novas tecnologias e abordagens, como negociação digital.

Abraçando a Commoditização ao Mudar o Modelo de Negócios

Abordagens imediatas e intuitivas para os desafios da commoditização incluem obter vantagem baseada em custos com base na rediferenciação das ofertas de produtos ao modificar suas características e a proposta de valor. Tais mudanças são eficazes na obtenção de uma licença de curto prazo para operar, mas normalmente não ajudam na sobrevivência de longo prazo.

Para uma abordagem comercial sustentável, as organizações precisam explorar sistematicamente as oportunidades e a volatilidade do mercado. Os produtores, por exemplo, devem aumentar seu modelo tradicional de marketing e suprimentos (que extrai o chamado valor intrínseco da diferença entre o preço de mercado dos seus produtos e o custo da produção) com o modelo de arbitragem comercial (que também extrai o chamado valor extrínseco proveniente de discrepâncias e imperfeições de sinal de preço).

Dominando a Commoditização da Próxima Onda: Digitalização e Hiperliquidez

Mesmo aqueles que já estão buscando um modelo comercial, alavancando e gerenciando toda a cadeia de valor comercial em mercados comerciais como colaboradores de valor-chave, não conseguem se manter em pé. A jornada dos mercados rumo a mais commoditização continua, atualmente impulsionada pela crescente digitalização de toda a cadeia de valor de commodities e pelo aumento impressionante da liquidez, levando à hiperliquidez.

A próxima onda de commoditização representa riscos graves para os players que operam com sucesso nos mercados comerciais. Há três fatores principais:

  • Maior transparência e acessibilidade das informações, incluindo relatórios e distribuição de dados de preços
  • Aumento do grau de padronização, ou seja, como as transações são realizadas
  • Surgimento de infraestrutura digital avançada

Essas tendências estão reduzindo as oportunidades do mercado comercial e as ineficiências em que os traders de commodities há muito tempo confiaram. Chegou a hora de superar os modelos de operações estabelecidos.

A Plataforma Operacional Certa para Hoje

A mudança drástica nos mercados de energia e commodities deve ser acompanhada por mudanças dentro da organização e da plataforma operacional. Negociar e otimizar com sucesso toda a cadeia de valor de commodities comerciais em mercados commoditizados e comercializados requer modelos operacionais ágeis e escalonáveis, culturas organizacionais empreendedoras e de risco, e conjuntos de habilidades que muitas empresas encontrarão no exterior.

De fato, a parte mais difícil de adotar um modelo comercial mais negociado e abraçar a digitalização contínua da negociação de commodities é a mudança geral necessária. Muitas empresas subestimam a quantidade de mudança necessária em toda a organização e o rigor que se exige para construir uma plataforma operacional competitiva.

A mudança bem-sucedida inclui o seguinte:

  • Uma compreensão superior do mercado, incluindo a capacidade de detectar oportunidades genuínas de mercado e prever como elas podem evoluir
  • Agilidade na exploração de oportunidades de mercado de curto prazo
  • Transparência e perspectiva end to end sobre a cadeia de valor integrada para otimizar a margem comercial
  • TI e infraestrutura digital competitivas
  • O controle rigoroso sobre operações comerciais e sólidas competências de gestão de risco para garantir que os tomadores de decisão não usem indevidamente sua liberdade e permaneçam dentro dos parâmetros estabelecidos
  • Uma ampla e diversificada presença de mercado que compreende ativos de mineração, mas também compromissos contratuais de terceiros que permitem fácil acesso à mercadoria, além da presença de ativos da empresa

Além disso, os players com um modelo comercial de marketing e suprimentos existente devem combinar a abordagem clássica com a negociação descrita anteriormente, alcançando um conceito consistente visando a direção e a governança comercial, a gestão de desempenho e de incentivos, e ao comportamento e a cultura almejados.

Como os Traders de Commodities Tradicionais Podem Usar Ferramentas Digitais para Permanecerem Competitivos

Como os Traders de Commodities Tradicionais Podem Usar Ferramentas Digitais para Permanecerem Competitivos

Eric Boudier fala sobre Negociação de Commodities e Gestão de Risco

Conheça Alguns dos Experts do BCG em Negociação de Commodities & e Gestão de Risco

Os consultores e experts da indústria do BCG que se concentram na negociação de commodities e na gestão de riscos continuam firmando parcerias com os principais participantes da indústria em todo o mundo para gerenciar riscos e proteger as margens à medida que as commodities de energia se aproximam da fase de hiperliquidez. Confira alguns dos nossos experts neste assunto.

  • Leads BCG's research on the digitalization of commodity trading
  • Oil and gas
  • Utilities
  • Big data and analytics
  • Risk management for industrial companies
  • Strategy for industrial companies
  • Energy trading
  • Oil and gas upstream
  • Commodity portfolio management
  • Trading business models
  • Enterprise risk management
  • Market fundamentals
  • Power, gas, oil, refined products, coal
  • Energy renewables
  • Agriculture
  • Mining
Oil & Gas

SUBSCRIBE